Arf Arf Arf

[Mangá] Jojo’s Bizarre Adventure Parte 8: Jojolion – Capítulo 25 (16MB):  [Mediafire]
[Mangá] Jojo’s Bizarre Adventure Parte 8: Jojolion – Volume 05 (77MB):  [Mediafire]

As informações que tenho e posso dar:
-Anime da Parte 3 confirmada.
-Parte 4 aqui da aliança, o volume seguinte já foi encaminhado há algum tempo pro editor. Não sei o status dele.
-Parte 7 tão fazendo aqui e pretendem lançar tudo de uma vez no fim do ano.
-Tão reencodando o próximo volume do Blu-Ray. Esse fim de semana TALVEZ saia já. Parece que houve um problema no download das raws, mas já foi resolvido.
-E mais uma coisa: Quem quiser botar nossos capítulos no Batoto pra ler online, pode fazê-lo à vontade, creditando devidamente, obviamente. O Batoto tem a vantagem de que qualquer um pode upar lá, então seria uma boa se quem puder, ajudar.

34 comentários em “Arf Arf Arf

  1. valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu poooorraaaa , demorou mas chegou com naticia boa “pra caralho”. um dos manga mais foda que já li, no site em que mais acredito que vai voltar com força total, é só ter paciência, eu acredito em vcs, Afinal vcs me proporcionaram uma das experiências mais empolgantes que já tive em um mangá, jojo é simplesmente foda, todas as partes valem apena serem lidas !!!
    Na espera de mais mangá e da gloriosa terceira parte do anime!!!! e pra não esquecer.
    valeuuuuuuuuuuuuuu poooooooooooorraaaaaa!!!!

  2. Tipo, vocês vão lançar os CINCO VOLUMES finais de Steel Ball Run como presente de Natal? Parece Interessante, é por causa dos arcos “D4C”, “D4C – Love Train” e “Ball Breaker” que duram até o Final da Sétima Parte, certo??? Corrijam-me se eu estiver errado.

    Me lembrou quando vocês lançaram Dois Volumes de Stardust Crusaders ao mesmo tempo por causa do Arco “Dio’s World” que dura esses dois Volumes (o The World apareceu por APENAS DOIS VOLUMES e se tornou um dos Maiores memes Pré e Pós-Internet)

    Enfim espero ver logo o TUSK Ato 4 do Johnny, POIS O VERDADEIRO HERÓI DE STEEL BALL RUN É O JOHNNY (Fãs do Gyro gonna tacar Tijolos, hmpf….)

      • Pera aê…… o Valentine não é o VILÃO da História??? O Valentine manipula e mata Pessoas Inocentes. Ele é Herói por que quer tornar os USA numa Potência??? Por que isso parece que vai começar uma FlameWar???

        O Johnny é Paraplégico. E derrotou o Garoto do Chapéu Palheta. É Paraplégico e derrotou o Soundman. É Paraplégico e derrotou o Axl Ro. É Paraplégico e vai derrotar o *ALERTA DE SPOILER*. NUNCA vi um Herói de Mangá de Ação igual ao Johnny. Ele dá um Puta Exemplo de Superação. E, na minha Opinião de Merda, o Johnny é mais Herói que Gokuzinhos, Narutinhos , Ichiguinhos e Luffyzinhos.

        Ah, e o Johnny tem que aguentar as Piadocas do Gyro (+500 pontos de Respeito). Aquela do “Uma semana em Sete Dias” devia dar Cadeia…………..

      • Os motivos do Valentine são mais nobres, ele faz o que qualquer presidente/rei faria na mesma posição (garantir a soberania da sua pátria sobre as outras), os métodos dele são violentos sim (vamos dar um desconto, o cara é de quase dois séculos atras) ele esta mais pra puro antagonista do que pra nemesis.

        Em contra partida o que Jonny não fez em proveito proprio vez por pura vingança, ele só é paralítico por conta da própria escrotidão (só eu que pesquei que ele é o “Jonatan” que o George Joestar do phantom blood pensava que o filho era?) é um personagem muito legal, mas não deixa de ser um canalha de marca maior.

        O unico herói ali é o Gyro, é o homem que cresce pra alem da criação e sociedade em que nasceu e desenvolve valores mais humanos e nobres, alem de alcançar não só a própria redenção como abre a porta para que outros tambem consigam (olha outra analogia foda da obra).

  3. Ah, e eu não gosto de Steel Ball Run, mas gosto do Johnny e seu Conceito (Herói Paraplégico que luta na Linha de Frente…. Depois o Palhaço do Eiichiro Oda é que é o Gênio, hmpf)

    Minhas partes favoritas são Phantom Blood (por causa do Dio) Stardust Crusaders (Por causa do Jotaro….. e do Dio) Diamond is not Crash (Pelo Conjunto da Obra. Melhor Parte de JJBA EVER. E tem o Jotaro. Vocês tão demorando demais para uma “Prioridade”) e pra terminar Stone Ocean (Por causa do Trio Jolyne-Hermes-FF, do Enrico Pucci……………………………e do Dio……e o Jotaro também……..)

    • mlk eu acompanhei jojo daqui da bizarre alliance,e infelizmente não li essas partes pelo fato de não terem lançado aqui,me recomendaram q eu lesse em inglês e eu tentei até,mas siceramente eu não consegui entender 100%,porcausa das gírias americanas,ai ficava bem complicado entender,então pra não menosprezar o trabalho da bizarre decidi acompanhar por aqui,e na minha humilde opinião é bem melhor

      • Não que eu não goste das outras partes de JBA, phantom blood é bem legal por ser um shonem de raiz (claramente inspirado em clássicos como Hokuto no Ken); battle tendence acho só passavel (é muito mais do mesmo, embora tenha os seus momentos); stardust é fenomenal, tem personagens pra lá de carismáticos, umas situações bem imaginativas e a luta final mais emocionante já desenhada; Diamond é ok, faz umas referencias legais a subúrbia e a dinâmica Koiche/Josuke/Nijimura é fantástica ( não na parte das lutas e sim nos momentos do cotidiano, com eles estudando, descobrindo o amor, falando de seus medos e anseios, sendo adolescentes de verdade [me irritava o Jotaro aos 16 sendo um mini stallone cobra sem qualquer comportamento factível]; Vento Áureo eu não gosto, a trama é chata, os personagens são descartáveis e os acontecimentos são completamente irrelevantes pra historia principal; Stone Ocean é ótimo, personagens bem trabalhados (acho que a Jolyne é a única protagonista de uma manga shounen que é tridimensional e não é um Goku de saias) tem uma historia fenomenal (caramba, é um “woman’s in prision”, só isso já vale a leitura), tem a Hermes que é o quadjuvante mais interessante da saga (e não precisa ser um lancer chato e bidimencional ao estilo vedita/hiei/ikki pra chamar a atenção) e quem diria, tem algum desenvolvimento do Jotaro (aleluia), isso sem sem falar do Pucci, Empório, Weather, FF e outros personagens fenomenais.

    • Ja eu tenho SBR como a minha parte favorita, não só por ela ser uma grande homenagem aos Bang bang spaghet e quadrinhos do Tex e Ken Parker (o autor realmente gosta da cultura italiana), como por ser um “phantom blood directors cut” onde ele vai brincar com vários conceitos antigos e dar a eles uma roupagem diferente, rola até um pequeno estudo antropológico onde vemos o quanto a criação influencia ou não no desenvolvimento da pessoa: Diego criado por uma mãe amorosa ainda consegue ter alguma moral ainda que sua natureza seja perversa, Dio criado por um pai sem escrúpulos vira um monstro sem qualquer moral (o que deixa nas entrelinhas que o segundo Diego de SBR vem de um universo mais parecido com o de PB já que a sua personalidade é mais parecida com da do Dio [o the world/”Za Warudo” passa a ser um signo nessa unificação].

      Por essas e outras que não da pra comparar o Araki que é um escritor veterano e criativo que se influencia em obras como O poderoso Chefão, subúrbia, o senhor das moscas, dentre outros clássicos do cinema, literatura e teatro pra compor as suas obras, com um cara como o Oda que o mais próximo de literatura que deve ter chegado e o manga de Dragon Ball (a propósito, como OP é uma versão ainda mais for dummies de DB).

      • Bom, eu considero o Araki um exemplo para a vida profissional, o cara foi aperfeiçoando a sua técnica de arte e roteiro ao longo dos anos, pegue os volumes de PB e BT e coloque ao lado de um de SC e DiU que você já vê uma boa diferença.

        E eu também lembro que um cara disse que é injusto comparar a arte mensal de SBR com a de outros, mas eu lembro que o autor de Bleach é um puta preguiçoso para desenhar um monte de coisas, já o Araki desenhava cenários baseados no mundo reais de forma bem detalhada para um mangá semanal, isso sem contar que Shingeki no Kyojin é mensal também e a arte não se compara.

        Quanto a discussão sobre Johnny/Gyro/Valentine, Johnny é egoísta, lembrando que ele quase matou o Gyro no incidente da Sugar Mountain, ser paraplégico não te torna especial a ponto de justificar você ser um babaca, e como disseram, ele só entrou na corrida para se vingar do pai que o abandonou e voltar a andar (virando amigo de Gyro inicialmente por interesse).

        Gyro o povo já explicou, e no caso do Valentine, ele de fato fez o que qualquer presidente faria pela sua nação, vale lembrar que os americanos são patrióticos pra caralho, seguindo Maquiavél, “Os fins justificam os meios”. Ah, e vale lembrar que se Johnny e Gyro não estivessem procurando pelo cadáver, ele estaria pouco se lixando pra eles.

        E esse lance de parte favorita é algo pessoal e não deve ser posto em discussão, afinal, outra artimanha do Araki é colocar personagens e temas únicos para cada parte, tanto que eu sempre digo pra outros otakus “É impossível você ler JJBA sem ter gostado de ao menos uma parte.”

        Emfim, abraços, valeu pelo apoio e espero vocês no fim de ano; Ciao!

      • Se você analisar bem, PB já era uma obra extremamente pioneira levando em conta os padrões da Jump nos anos 80, Araki é um exemplo de como um artista deve se reinventar ao longo dos anos, não como uns e outros que parecem nunca ter saído dos anos 80.
        Quanto ao Valentine, a razão dele é certamente a mais nobre quando comparada ao protagonistas, garantir a felicidade e prosperidade ETERNA ao seu país e todos que vivem nele, enquanto Johnny queria voltar a andar magicamente por causa do cadáver e Gyro queria ganhar a corrida para salvar um inocente, ou seja, uma pessoa, enquanto Valentine lutava por todo seu pais e todas as pessoas que vivem e viriam a viver nele (Só eu acho que Gyro acabou se ferrando ao entrar na história do cadáver pelo Johnny? Já que ele só queria vencer a corrida e certamente teria o feito se não fosse a luta pelo cadáver), por isso que eu gosto tanto de SBR, não é um cenário do tipo “Eu sou do bem/ Eu sou do Mal”. Eu gosto de comparar ele com o Dhaos de Tales of Phantasia, ambos são vilões FDP, mas no final das contas nos descobrimos os motivos deles serem tão insistentes, chegando o ponto de deixar os heróis parecendo como se fossem os verdadeiros vilões da história.

      • Hehehehe, eu gosto de ficar na flame war de qual parte é melhor, obriga cada um a por seu ponto na mesa e ajuda a ver a coisa por perspectiva diferente.

        Outro ponto legal é que o Valentine é contemporâneo a política do “big stick “, uma analogia que deixa o personagem mais rico.

  4. OK, vocês venceram. O Gyro é o verdadeiro Herói de Steel Ball Run, é Ultra Foda, Ultra Forte, Ultra Bonzinho e Vocês deveriam PARAR de publicar Steel Ball Run por que essa série não é protagonizada por um Jojo e para ser JOJO Bizarre Adventure, a história deve ser protagonizada por um JOJO.

    Vocês dizem que o Johnny é um Fila da Puta Egoísta que ficou Paraplégico por ser Mesquinho, entrou na corrida por ser Egoísta, segue o Gyro por ser desesperado por uma Cura para suas Pernas. O Johnny é o ÚNICO Obstáculo ao Heroísmo Gokuísta do Gyro. AÍ É QUE ESTÁ O SENTIDO DE STEEL BALL RUN E O SENTIDO DO JOHNNY SER O VERDADEIRO PROTAGONISTA!!!!!

    A História fala sobre Salvação. O Johnny É SIM um Fila da Puta Egoísta que teve o Paraplegismo causado pelo próprio Orgulho. E ele vai em busca de Salvação seja na forma da Esperança do Spin do Gyro, seja no Cadáver Santo, seja na própria figura de Jesus Cristo que lhe dá poder para ser o único a poder salvar o País da Salvação Falsa dada por um Homem como Valentine. De que adianta ser o País mais Poderoso do Mundo se você vai ter que comer eternamente na Palma da Mão do Valentine???

    Johnny encontra Salvação verdadeira no Cádaver Santo, que revela ser o Próprio Jesus Cristo e ele quer que essa salvação não seja usada para Fins Megalomaníacos, mas….. Johnny quer usar Jesus para a Salvação de SI MESMO. ÓBVIO!!! Mas depois que Johnny conseguir a Salvação…… FODA-SE ESSE CADÁVER!!! Vou viver a vida com a Bondade e Humildade que aprendi nessa Corrida em que quase morri N vezes. E Gyro, por ter mudado meu Jeito de Pensar e Agir…… Obrigado………. Por isso que Johnny é EXTREMAMENTE mais Bem construído que o Gyro, que o Valentine, que Gokuzinhos, Narutinhos, Luffyzinhos e Ichiguinhos

    O HERÓI é o Gyro, mas o PROTAGONISTA é o Johnny. E o protagonista não precisa ser um Herói (O Próprio Jotaro é Incrível porque ele não age no Padrão Goku-Shonen Jump de Heroísmo, que prova ser falso, pois o Goku é um “Herói” do “Time dos Bonzinhos” que bate no Filho, maltrata a Mulher, só lembra dos amigos quando eles morrem e destrói Planetas sem nenhum tipo de Censura Pessoal tipo “Mãe do Céu, o que eu tive que fazer para salvar o Mundo”… mas isso não existe pois Goku tem as Esferas do Dragão e a Morte em Dragon Ball Z é BANAL e fez ESCOLA na Jump…..).

    Ah, e o Jotaro tem 19 ANOS em Stardust Crusaders. Não 16 como foi dito….

    • Opa, calma aí, acho que ninguém aqui quis (Pelo que me parece, pelo menos) desmerecer o Johnny, os motivos dele são egoístas sim e isto não há como negar, sinceramente a maior lição que dá para tirar com Johnny é “Qual é o maior milagre, uma pessoa voltar a andar através de uma solução mágica ou com sua própria força de vontade?” e lembrando que “andar” não é só no sentido literal já que após ficar paraplégico Johnny praticamente parou de viver e foi o encontro com Gyro que deu esperança de volta a Johnny. Já o Gyro tem um motivo bastante nobre para querer ganhar a corrida, já que ele podia simplesmente dizer “Eu fiz isto pelo meu país e pronto” e não precisaria arriscar a sua vida por uma pessoa que ele nem sequer conheceu. Eu considero AMBOS protagonistas. Ah e querer comparar a qualidade/profundidade de DBZ, Naruto, Bleach e One Piece com a de SBR (ou JJBA como um todo se vc for extremo) é meio apelativo não? É tipo querer comparar “Xuxa Popstar” com “Laranja Mecânica”.
      A wiki americana de JoJo (Tá eu sei que é Wikipédia, mas eu pelo menos acho que é o lugar com informações mais seguras) diz que Jotaro tinha 17 anos em Stardust, o que é coerente já que ele ainda tava no colégio em SC, lembrando que eu não sei bulhufas sobre o sistema escolar japonês daquela época.
      http://jjba.wikia.com/wiki/Jotaro_Kujo

    • 1 – Steel Ball Run não era para ser JJBA e o protagonista de fato seria o Gyro, mas não é porque um personagem “secundário” tem mais destaque que nós devemos cancelar a série e parar de publicar, afinal, em Vento Aureo, o Buccelatti é quem mais luta e dá ensinamentos, logo seria “Buccelatti’s Bizarre Adventure”.

      2 – Isso pode ser considerado spoiler, portanto leia por sua conta, o Valentine não quer ser o foderoso e soberano, ele quer que sua nação seja próspera e feliz, tá certo que os meios dele são cruéis, mas ele age segundo Maquiavél, os fins justificam os meios que ele utilizou. Ver o Valentine como mal absoluto é balela, se fomos inverter os papéis, Gyro e Johnny estão atrapalhando os seus planos e impedindo de cumprir seu dever como presidente, é tudo uma questão de perspectiva.

      3 – [ALERTA DE SPOILER] Valentine não pretendia dominar nenhum país vizinho nem que o povo “comesse na mão dele”.

      4 – Johnny E Gyro são os protagonistas, Araki fez o máximo de si para que a “câmera” da história conseguisse focar em ambos por igual.

      5 – Na ficha original do Jotaro em SC, diz que ele tem 17, embora em algumas versões digam que ele tem 18, o mais aceitável é que ele teria 17 anos no início e em dado momento fez aniversário no meio da aventura, como há uma lenda sobre fazer aniversários em mangá traz má sorte para a série e autor, não foi mostrado a festa do Jotaro.

      • [SPOILER]
        Se me lembro bem, se ele realmente usasse o cadáver santo para ajudar o seu país todos os outros países iriam sofrer, não?
        Toda a sorte do mundo ficaria na América, e o resto do mundo ia se ferrar.

      • [SPOILER]

        Na verdade, isso era um reflexo do cadáver para proteger o presidente, aparentemente, só iria rolar esse efeito “Força Espelho” (YU-GI-OH feelings) se alguém tentasse algum mal contra a ‘MURIKA.

      • [SPOILER]
        E mais ou menos isso, já que como visto em Jojolion, o cadáver não destrói/cura, ele só manda o infortúnio para outro lugar, o que Valentine mais temia era que outra pessoa descobrisse sobre o cadáver e o usasse para o seu próprio bem-estar (o que acabaria causando infortúnio na América indiretamente) por isso todo aquele trabalho de se assegurar que o cadáver nunca seria retirado da América (O que até me espanta o quão fácil o Johnny conseguiu retirar do “abrigo cofre fodão que levariam 80 anos para poder alcançar o cadáver na força bruta”, mas aí é outra história…).

      • Só complementando, o conseito de JJBA é ser um grande catalogo sobre a dinastia Joestar, então não nessesariamente o foco vai estar neles, apenas se nortear, embora seja mais claro em SBR em vários pontos das historias o pivô é outro personagem, como você bem citou no vento áureo o Bucellati é mais relevante o Giorno, isso fica bem claro depois da chegada da Trish.
        Ja sobre SBR temos que ver dois pontos:
        1) a historia é vista pela ótica do Jonny, portanto seu foco vai ficar no “mestre” Zepelli, na parábola Gyro é Jesus e Jonny é Pedro.
        2) a questão do Valentine é muito complicada e tem uma camada muito forte de subtexto, veja, ele é uma síntese da política interna/externa norte-América, como ja comentei ele é contemporânea a política do “big stick”, ele “acha” que suas atitudes são meramentes defensivas, porém vão desencadear vários conflitos externos e consequências terríveis internamente, veja que Valentine não é uma analogia aos presidentes americanos, e sim aos políticos em geral, mais especificamente ao Joseph McCarthy que com a desculpa de proteger a nação a mergulhou em uma condição de ódio internacional e obscurantismo cultural/educacional que culminou em transformar os EUA em um País com graves crises diplomáticas e com paranóia multiplicada pela alta ignorância do povo, o grande “inimigo” da América são as próprias consequências dos atos “patrióticos”.

        Quanto a facilidade de invadir o cofre e pegar calmamente um navio sem quase ninguém perceber, vamos dar um desconto, o tusk faz quase tudo, com aquela stand Jonny torce as leis da realidade com a mesma facilidade de que compra pão na esquina (enquanto isso o Jotaro ta se borrando pra para o tempo por 4 ou 5 segundos, o tusk deve ser a stand mais sub utilizada de toda a historia).

      • E pra terminar, não estou defendendo a postura do Jonny (que como eu ja disse é um tremendo canalha) de matar o presidente eleito de uma nação soberana a sangue frio, ainda mais que diferente do Gyro, as ações do Jonny são motivadas muito mais por vingança do que por algum motivo mais nobre. Lembram do fantástico “Os imperdoáveis” ?

      • Gosto do seu jeito de pensar, Scheldon, é muito bom trazer coisas mais culturais para conversas do tipo, torna elas mais inteligentes.
        Sobre o Cofre, é verdade, as habilidades do stand facilitam muito pra abrir o cofre.

  5. Gyro = Jesus
    Johnny = Pedro
    Valentine = Tibério César
    Cadáver Santo = Poder Divino

    Caindo a Ficha em 5…4….3…2…..1……

    OH MY FUCKING GOD CHRONOS FROM ALL UNIVERSES!!!!!!! AGORA TUDO FAZ SENTIDO!!!!!!

    O Araki é tão Foda que ele conseguiu falar de Salvação misturando a História de Jesus + Filmes de Faroeste + Stands e fez uma História tão Coerente e Empolgante que é uma Vergonha que nenhum País da América tenha Jojo Bizarre Adventure de Forma Oficial, para que mais Pessoas possam aproveitar o mangá junto com o Anime Recente. Ainda bem que existem vocês da Alliance!!!!😄

    Perdão pelo comentário “JOJO precisa ter JOJO”…….. realmente alguns Aliados e Inimigos se apresentam muito mais como Protagonistas do que o Próprio Jojo da História, só ver o caso do Classic Dio, do Buccellati….. Tem gente que diz que o Polnareff é o verdadeiro Protagonista de Stardust Crusaders e não o Jotaro…. ledo engano pois o Jotaro e o Polnareff aparecem em Volume Igual, e o Polnareff está mais prum Alívio Cômico do que prum Protagonista.

    Voltando a Steel Ball Run é tão Interessante essa Visão da História de Jesus e Pedro mimetizada em Gyro em Johnny. É só ver como Gyro é cheio de Ensinamentos para com Johnny e trata ele como um Discípulo e Melhor Amigo. E o Final também mostra *ALERTA DE SPOILER*. Só uma dica: “Pedro, tu és Pedra e sobre ti edificarei minha Igreja”. “Igreja” assim dito como “Ensinamentos”.

    Só um Pedido, não coloquem os Comentários no DISQUS que esse Programa dos Infernos dificulta muito os Posts de Comentários. Deixem como WordPress mesmo. O DISQUS me impediu de falar minha tese sobre o Odioso Dragon Ball Z no Video Quest, que citou até o Dr. Manhattan de Watchmen e meu estudo sobre Evolução da Sociedade e Evolução dos Super-Heróis(Minha tese, não do Video Quest)

    Obrigado, me Perdoem pelos meus Comentários Infelizes e chega de FlameWar!!!
    Gyro = Herói Foda com Steel Ball
    Johnny = Herói Foda com Stand
    Valentine = Vilão Realmente Carismático

    Ah, e o Volume 3 (31) de Diamond, sai quando???

    • Cara, eu queria dar a data, mas parece que dessa vez foi o editor que sumiu.

      Eu pessoalmente sugeria que a equipe da parte 4 fosse colocada em stand by e que a da parte 7 que assuma.

    • Relaxa cara, todo mundo aqui foi muito educado e adulto nos seus comentários e argumentos, só adicionando informações e estimulando o pensamento, se isso fosse mesmo uma flame war, sinceramente, eu gostaria que toda a flame war fosse como essa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s